terça-feira, 1 de outubro de 2013

O 4º aniversário da Frederica!

Depois de um mês quase passado, sim porque a F. fez aninhos no dia 11 de Setembro, e teve direito a muitos parabéns, venho mostrar-vos um pouquinho da festa que a fez muito feliz, ( a ela e a mim pelo resultado óbtido)...
Este ano foi possivel celebrar este dia na escola com os amiguinhos, em casa com a familia e amigos crescidos mais próximos no próprio dia, e sim um festa muito divertida, feliz e gira de morrer, com o tema de princesas, por ela escolhido e preparado pelos papás!
O resultado não podia ter dido mais positivo podem espreitar mais pormenores aqui em: Tinacatita







Beijinhos
Cristina Oliveira

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Regresso aqui!



Olá amigos e amigas desse lado, há inúmeros dias que me desdobro entre a vontade de passar cá e deixar um simples olá, ou ficar quieta no cantinho do meu ego!...

Desde o último post tantas coisas aconteceram, umas boas, mas muitas outras menos… passaram as férias, a F. divertiu-se imenso, entre os mimos de muitos amigos e familiares, programas dedicados a ela e só a ela. É um encanto olha-la já tão crescida, ora a sorrir ora a fazer umas birrinhas típicas da idade. Hoje diz-me que já se sente uma menina crescida, e está de facto…, no discurso, na forma de estar, na forma de ser, amo-a cada vez mais de um modo que jamais imaginaria ser possível.

 Hoje vivemos uma vida de correrias, e penalizei-me em muitas vezes não ter a mente disponível a 100% para as suas brincadeiras, para as suas partilhas, mas existem acontecimentos, (que outro dia partilharei), que me fazem e fizeram parar para pensar nos presentes que a vida nos reserva, sem embrulhos, sem laços, mas com imensa surpresa. Hoje a Frederica é a minha, a nossa prioridade, minha e do papá cada vez mais babado e feliz. Foram tempos de passeios, de visitas, de programas sempre muito divertidos, que mais ou menos programados foram momentos de apego, e de descanso.

Hoje e agora com quatro anos, (brevemente mostrarei e partilharei como correu a festa do seu 4º aniversário) iniciou o ano escolar há pouco mais de uma semana, correu lindamente o regresso, rever os amigos, acolher novos, voltar às rotinas como se uma emprego se tratasse.

E hoje está assim!!!
 
 
 
 
Beijinhos
Cristina Oliveira

quarta-feira, 17 de julho de 2013

1º ano da Pré!


Ontem chegou ao fim o primeiro ano de pré da F. e digo fim porque apesar de ela já estar de férias desde o início de Julho, ontem foi o dia da reunião final!

Avaliação global foi muito boa, (para nossa grande alegria), a todos os níveis de desenvolvimento. Apesar de não ser surpresa para nós que lidamos diariamente com a F., ouvir a expressão de quem com ela lidou durante longos meses foi maravilhoso.

E sim confesso que a integração da F. no pré-escolar só veio aprimorar ainda mais o seu vocabulário, a cada dia mais preciso. Melhorar o estreitar de laços nas suas relações interpessoais, o sentido de partilha, de amizade, de carinho para com os pares. A motricidade dela não poderia estar melhor, e estas são realmente noticias que nos enchem o coração. Este ano iniciou também a aulas de natação e foi fantástico ver a evolução e a desenvoltura dentro de água em apenas cinco meses. O ballet para grande tristeza da mamã não é realmente o amor mais perfeito para a F.. Foi uma experiência que levou até ao final do ano, com o culminar do espectáculo, no qual esteve super bem, mas diz-nos que não quer ir mais, teremos uns tempos para decidir com ela, e ver alternativas, presumo mais agitadas e animadas!
 

 
 

Como todas a mamãs só queremos o melhor para os nossos filhotes e sentir que esta pimpolha com quase quatro anos está crescida, (como diz o papá uma pré adolescente) dá-mos energia para sorrir a cada instante.

 

 

Um beijinho
Cristina Oliveira

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Há noticias que nos destroem mais um bocadinho, e que nos deixam a pensar!

Hoje tal como em todos os dias existem milhares de crianças que partem, deixam este mundo, esta vida por vezes tão dura e cruel... Hoje as notícias correm de forma mais rápida e feroz que nos obriga a engolir em seco numa tentativa desajeitada de conseguirmos entender o que se está a passar!
Não é necessário conhecermo-nos pessoalmente para sentirmos o apego e o carinho a alguém. E hoje foi assim depois de tantos meses a ler, a comentar, a seguir de forma atenta e serena, na esperança de que um milagre pudesse acontecer chega a notícia mais triste, aquela que jamais deveria chegar, fez!
O Rodrigo deixou-nos, partiu como uma estrela, a dor a tristeza é ainda maior agora!
 
 
Foto de capa
 
Cristina Oliveira

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Um beijinho para a Madrinha mais gira do mundo!


A nossa vida é feita e composta por pessoas que vamos conhecendo e acrescentando à nossa vida, que de muitas formas deixam uma marca inesquecível…

Hoje o dia é especial, uma pessoa muito querida da F. completa mais um aniversário. Este post é todo dedicado a ela, à madrinha mais gira, jovem, mais catita e divertida que alguém podia ter. Ela mais do que tudo, e que eu própria possa imaginar, criou sem arte nem pretensão, uma amizade sólida e tão cúmplice com a afilhada que o olhar de ambas quando estão juntas fala por si. A mimalhice e o carinho constante e tão comum invade-lhes de felicidade a alegria que sentem no abraço e beijo carinhoso.
 
 
 

Assisto com o coração cheio, certa e segura a cada reencontro que não podia ter feito melhor escolha, ter pensado em mais ninguém com melhores qualidades para este papel, para este lugar.

 Filipa, meu doce, deixo aqui um beijinho muito especial para ti, com o desejo de que esta data se repita por muitos anos na nossa companhia. Gostamos muito muito de ti, és uma pessoa maravilhosa, e mais do que possa imaginar temos muito orgulho da madrinha que és!

 
 
 

Como diria a tua princesa a minha madrinha é a mais linda que existe!
E chama-se Filipa!

Beijinho
Cristina Oliveira

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Este dedico a todas as mamãs!

 
Li este este e não resisti a partilha-lo de tão simples que é diz tudo!
 
 
Um ser especial
 
A Inês sobreviveu a um cancro e decidiu celebrar a vida com “outra vida”. A Susana ficou desempregada, mas não desistiu do sonho de prolongar a família e engravidou… de gémeos. A Salete, passados 13 anos, quatro perdas e muitas “marcas de dor”, conseguiu ter o bebé com que sonhava. A Isabel teve oito filhos, que criou com alguns sacrifícios e muito amor. A Cristina, mãe por opção e devoção, ficou viúva com cinco filhos, mas apoiou-se na fé e nos amigos e deu uma reviravolta na vida.

Nesta edição de maio, mês da Mãe, contamos cinco histórias de mães. Mas muitas mais haveria para partilhar. Histórias de mulheres e mães que, não obstante as agruras da vida, se propuseram a cumprir o seu sonho. Com força, perseverança, dedicação e, sobretudo, muita paixão. Prova de que, mesmo quando as coisas não correm de feição, “a necessidade aguça o engenho”, a coragem renova-se… e o amor é capaz de vencer barreiras.

A verdade é que as mães (e que me desculpem os pais!) têm um dom. Ou, pelo menos, um jeito peculiar. Na forma como ultrapassam os momentos delicados (como mostram alguns dos casos que aqui relatamos), mas também no modo com que gerem as questões banais da vida e lidam com as suas crias. Zelosas nos cuidados, brandas nas decisões, devotas nos afetos e intensas nas emoções. Por alguma coisa é a mãe que acorda primeiro de noite quando o bebé chora, que hesita no castigo, que atura as birras, que exagera nos beijos ou que se comove no primeiro dia de aulas. E por alguma coisa também é a mãe que embala o berço, que cede mais facilmente nos braços de ferro, que escuta queixas e confidências e que se derrete com dedicatórias lamechas no Dia da Mãe.
 
Talvez porque foi ela que nos gerou nas entranhas, que gritou de dor para nos dar vida, que nos nutriu e uniu por um cordão. Um laço de sangue que, quem sabe, torna a Mãe uma pessoa “diferente”. Mais sensível, atenta, cúmplice e poderosa. Que tão depressa derrama lágrimas perante um gesto simples como reinventa forças para lutar contra as crueldades do destino. Como se aquele espécime que alguns se lembraram – sabe-se lá porquê – de apelidar de sexo fraco ficasse, depois da maternidade, com uma “molécula” extra cravada nos genes. Que nos molda a índole, o sofrimento e o pensamento. No fundo, que faz de nós, mães, um ser especial.
 
 
Beijinhos
Cristina Oliveira

terça-feira, 7 de maio de 2013

Desejos de senhora criança.

Quem disse que uma menina era bem mais fácil?
Pois bem os nossos dias de pais têm sido passados a tentar dissuadir  a vontade de ter-mos, como diz o papá, uma pré adolescente tão precoce (embora sem efeito  como é  de calcular).
A F. está  na fase de loucura desenfreada por pinturas, sejam elas quais forem e para o efeito que se destinem. Não passa indiferente e nem por um minuto  as deixa esquecidas...
Fico doida, com a quantidade de vezes e de camadas de tinta, nos lábios, olhos, enfim, como se o perfeito fosse mesmo uma mistura radical de tons, brilhos e sei lá mais o quê.
Se fico incomodada com esta vontade tão grande, de se pintar tão cedo, sim, fico um bocadinho, mas confesso que acabo por lhe achar piada, um misto de sensações!
A par deste gosto, anda de mão dadas a vontade de ter uns e apenas uns "sapatos altos" como refere tantas vezes... e eu resisto, mas questiono-me até quando, um dia... será o dia de os trazer para casa, para que os meus próprios sapatos possam ficar em melhor estado de conservação!
 
 
 
 
Vida de meninas!
 


 

Beijinhos
Cristina Oliveira

domingo, 5 de maio de 2013

Mamã vamos tomar um chá?




O melhor presente que se pode receber, mimos e mais mimos e depois gestos simples que enchem o coração!!!
Adorei os teus presentes F. e adoro a forma como concretizas todas  as surpresas, a tua simplicidade genuína fazem-me ainda mais feliz! 

Feliz dia da Mãe!










Um beijinho especial para a minha super Mãe, amo-te muito meu colo sempre disponivel!

Beijinhos 
Cristina Oliveira

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Conhecem?


E se repente esta imagem reflectisse o meu eu? E se de repente este simples desenho representa-se o meu papel de mãe? E se de repente esta imagem espelhasse o registo que a Frederica faz de mim.

 
 
 
Este foi um presente feito a preceito e com tanto carinho que não pude deixar de partilhar aqui, coisas simples que nos obrigam a valorizar o que de mais importante temos perto de nós, os gestos de quem mais amamos. É tão simples sorrir, mas por vezes difícil, (vida cruel). Fico encantada com o registo gráfico, o desenvolvimento cada vez mais expansivo da motricidade fina da F., do nada faz uma representação tão lógica quanto a imagem que tem daquilo que a rodeia!

E porque haveria eu de receber este presente? Simplesmente porque se lembrou da mamã na escola, e esta foi a forma de se lembrar ainda mais da mamã (estas não são palavras minhas, mas sim das assistentes que a acompanham), o coração quase que rebenta de orgulho, de alegria de tudo sem explicação.

E dou por mim a vê-la crescer, a querer ser cada vez mais autónoma e independe, (repete compulsivamente) "não preciso de ajuda", "eu sei fazer sozinha", "eu é que sei como quero", e sim isto reflecte o inico de uma batalha tão crítica quanto orgulhosa. Há decisões que dificilmente escapam, sem que, ela própria opine e chegue muitas vezes a decidir por si... só penso mas quem deveria decidir, eu ou ela...o ela ganha mais facilmente, (erradamente considero) e por cá acontece com tanta, mas tanta frequência!
 
 

Beijinhos
Cristina Oliveira

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Tou por cá...

É verdade, apesar do meu silêncio estou por cá, vou lendo, os meus blogs preferidos (nem sempre os comento e peço desculpa por isso), vou sorrindo com quem ri, chorando com quem chora, mas estou por cá....
Já passaram muitos dias que não escrevo aqui. Apesar de tudo, com dias muito semelhantes, outros nem por isso, momentos, mais e menos divertidos pelos quais tenho passado como todos nós é certo, há sempre um registo, fica sempre algo para guardar, os mimos, as mensagens, o carinho (que adoro e agradeço de coração). A precisar de passar uma fase muito serena e tranquila junto das pessoas que mais me dizem, sem grande alarido. Há surpresas que se guardam e que diáriamente nos tocam, nos lembram do papel que temos enquanto estamos aqui. Adoro-me no papel de mãe esse renovado a cada lembrança de sentir e saber-me amada pela F.

Hoje lembrei-me... sim recordei, o dia em que mais uma vez se apagaram as velas cá em casa, para cantar os parabéns à mamã, já passou mais de um mês. Não é de todo o meu dia no ano mais preferido, mas desde que a F. nasceu tudo tem melhorado, e começo a simpatizar mais com o 23-03, e este ano tive direito a um bolo especial, preparado com a ajuda da F. e do papá H. Tive direito a muitas surpresas todas elas fantásticas. A primeira, bem cedinho, foi esta imagem que nem imaginava que existisse, oferecida pela F. num poster com um beijo apertadinho e doce como só ela sabe dar, e sim foi dos melhores presentes que podia ter recebido, porque mostra o rostinho que eu mais adoro nesta vida, o da F. com o toque fotográfico do papá!




Depois e já no final do dia foi possivel reflectir, e ver que apesar de tudo o meu último ano também teve coisas maravilhosas que me deixaram sempre com um sorriso de alegria nos labios! E isso é que conta é que enche a nossa vida...

Um miminho do papá                 

  video
Obrigada pelos miminhos de todos os que me são muito especiais!
Beijinho
Cristina Oliveira

domingo, 7 de abril de 2013

Despedida... um adeus, um até já...

Hoje assisti a um dos momentos mais dolorosos que se podem sentir na vida, a perda de alguém! De alguém que directa ou indirectamente nos é especial, nos toca, ou nos liga aqueles que estão ligados a nós!
Assisti, passivamente, e era tanto o que todos queriam fazer, fazer voltar à vida, mas não nada foi possivel fazer reviver... Assisti ao incio da partida, e não sei vem como mas estive ali, a pensar em como tudo é passageiro! Estava a presenciar algo que mais parecia um sonho tão natural, a roupa, o gesto, o rosto era normal e familiar...mas tão parado que me remetia para a realidade incondicional... A morte, a perda de ti! O corpo suave e magro vestido a rigor esperava a chegada de alguém para uma viagem tão curta e tão longa. A serenidade do rosto revelava a paz, a tranquilidade da despedida, da partida... E sim, as lágrimas de homens a cairem descontroladamente doeram, foram poucas as vezes que as vi cair, assim tão sentidas, custou, custa e vais custar ainda mais. 
Hoje a F. perdeu uma das suas bisavós, haverá altura de lhe falar!

Para ti que deixo esta mensagem "Bivó Nanda", avó velhinha, não te esqueças que tens um neto e uma bisneta que vão lembrar-te sempre, são muitas as tuas histórias que estão guardadas na lembrança de quem te amou como mãe, como amiga, como protectora... Não foste igual a nehuma avó foste especial para alguém que me é muito especial. Brilha para eles!
 Paz á tua alma!
Se fosse possivel, se ainda fosse a tempo o teu neto dar-te-ia esta flor!
 q



Beijinhos
Cristina Oliveira

terça-feira, 19 de março de 2013

O teu dia papá...


Olá papá, hoje a mamã e eu decidimos deixar-te esta mensagem, como não sei escrever a mamã ajudou…

A mamã andou a semana toda a perguntar-me o que eu achava de ti, o que mais gostava em ti, e sabes na verdade não sabia bem o que dizer, mas depois de um longa conversa com as minhas amigas da escola e com a ajuda da mamã, aqui vai o que eu acho.

És um papá muito bonito, (o mais bonito da minha escola), acho que és muito mimalho, estás sempre a pedir mimos, beijinhos a mim e à mamã, às vezes até és chato e eu fico cansada. Fico chateada contigo quando queres que veja televisão no quarto dos brinquedos, quando eu gosto mesmo é de ver na sala. Não gosto quando decides jogar consola, ou ver futebol gosto que estejas sempre a dar-me atenção. Não gosto da tua barba, gosto do teu perfume, adoro quando brincas comigo, sobretudo no nosso jardim. Não gosto que me tires fotografias, mas gosto de te tirar a ti e muitas. Gosto dos teus olhos iguais às ervilhas. És muito grande (alto), mas também és gordo, e sabes porquês porque gostas de comer muita comida! És um papá muito divertido, fazes rir toda a gente. E eu gosto de ti assim como és…

 Adoro-te papá beijinhos da tua Kika
Fica com este mimininho  fofo para ti ...

Deixo aqui também o registo de muitos beijos para os papás cá de casa! Um dia feliz para ambos!

Um beijinho
Cristina Oliveira

quarta-feira, 13 de março de 2013

Dieta precisa-se!


Há muito que penso, reflicto, mas nada faço em prol de uma decisão que muito me angustia, mas que tenho de colocar em prática com alguma urgência!

Uma dieta… não gosto desta palavra… para mim é uma agressão ter só de a pronunciar! Mas tem mesmo de ser… A minha alimentação não exagera no pouco saudável, mas os farináceos são a minha perdição, não lhes resisto, e nas ultimas semanas e mês, é loucura total… detesto só de pensar que os adoro!

Não estou numa obsessão desenfreada, mas a zona abdominal está a ficar muito, muito proeminente, e está a saturar-me a minha alma, (ainda por cima a minha F. estes dias na hora do duche fez este “elogio” - oh mamã tás a ficar gorda na barriga… Ups o que faço riu, choro, que neura… até a pipoquinha repara nestes pormenores, chatice!)

Sei bem o que tenho e o que devo fazer, mas a decisão de começar sufoca-me. Também sei que depois de começar tudo será mais fácil, pois sou obstinada e decisão tomada dificilmente desisto do meu objectivo. Mas falta a decisão final e não queria deixar passar desta semana, chega de desculpas sem sentido!
 



Para piorar tenho um casamento muito especial no próximo mês e não dá jeito nenhum, estar assim em modo… mais balofo!

Um beijinho grande
Cristina Oliveira

sexta-feira, 8 de março de 2013

8 de Março - Feliz dia


Um dia... um dia de Março carregado de simbologia para muitas pessoas sem sentido para outras, Dia Internacional da Mulher…

Contudo, e apesar da diversidade de opiniões que respeito, lembro aqui as duas faces da mesma moeda, por um lado o infinito número de mulheres espalhadas pelo mundo inteiro a quem não lhes é dado o direito de serem simplesmente mulheres, de viverem na condição humana digna que lhes foi entregue. Por outro valorizar todas as mulheres que na sua liberdade, lutam, fazem, e que dão o melhor de si para que todos os dias um sorriso seja roubado ou oferecido ao rosto de alguém.

Assim dedico este post a todas as mulheres, a todas as minhas amigas, e às duas mulheres mais e mais importante da minha vida sem as quais não respiro, a minha mãe, e a minha filha que amo de coração!

Um beijinho especial para quatro grandes mulheres, que também marcam o meu dia a dia, pela positiva sempre: C.M., C. S., J. D., e L.P,
 
 
Um beijinho
Cristina Oliveira

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Março...o meu mês!


A poucos dias de chegarmos ao mês mais catita do ano, pelo menos para mim claro, escrevo hoje com uma energia mais renovada, mais alegre…

Adoro o mês de Março, para além dos amigos que celebram o aniversário, eu própria também o farei se assim me for permitido pelas forças divinas.

É o mês da estação mais colorida do ano e eu adoro, o cheiro, as flores o meu jardim começa a ficar lindo, tão mas tão colorido que só dá vontade de por ele vaguear.

Tem o dia dedicado aos pais cá de casa, e de todo o mundo, algumas surpresas se esperam, pela primeira vez o papá H. vai envaidecer-se pelos mimos que a F. irá trazer da escolinha, feito a perceito para o dia especial!

Este mês inspira-me… estranho ou não gosto e pronto!

Há pessoas que nunca esqueço, que estimo muito, perto ou longe que estejam! E a blogosfera contribui também para estas coisas criam-se amizades desconhecidas, cheias de significado!

Beijinho grande
Cristina Oliveira